2014

Onboard, PEC 2 – Rally de Góis

Boa prestação em Góis

Depois de Tábua, que marcou o fim de um interregno de 10 anos na competição, a equipa nelense, Luís Borges/José Figueiredo, voltou no passado fim-de-semana (22 e 23 novembro), a marcar presença no Troféu Rally Regional Centro, em Góis. As expetativas passavam por conseguir terminar e paulatinamente ir adquirindo mais ritmo competitivo, após a longa paragem.
Numa Prova com um “batalhão” de 39 inscritos, o pequeno Citroen Saxo Cup, com o número 33 nas portas, não se sentiu intimidado por se encontrar no meio de carros bem mais potentes. Assim e apesar de algumas cautelas iniciais, na Super Especial de sábado, que se desenrolou durante a noite, no percurso urbano de Góis, a equipa demonstrou um ritmo bem mais forte, quando comparado com a Prova de Tábua.

Ler mais»

Regresso a Góis

O Rally de Góis (22 e 23 novembro), marcará o regresso da equipa nelense, Luís Borges/José Figueiredo, novamente à competição, depois de um interregno de 10 anos, apenas quebrado pela participação pontual no Rally de Tábua, no passado mês de julho.

Ler mais»

Onboard PEC1 – Rally de Tábua

10 anos depois…

O Rally de Tábua (5 e 6 julho), marcou o regresso à competição, da equipa nelense, Luís Borges/José Figueiredo, após uma paragem de 10 anos.
Numa Prova, em que ambos referiram, que apenas iriam participar para recordar “velhos tempos” e para se divertirem, visto não terem feito qualquer treino, foi notório que a equipa não se apresentou em Tábua, apenas para “passear”. Cedo começaram a impor um ritmo forte, no meio de um batalhão de carros bem mais competitivos.

Ler mais»

O regresso, 10 anos depois

O Rally de Tábua (5 e 6 julho), marcará o regresso da equipa nelense, Luís Borges/José Figueiredo, à competição, depois de um interregno de 10 anos. Apesar deste regresso à competição em Tábua, não significar a participação da equipa nas restantes Provas do Troféu Rally Regional Centro, Luís Borges, deixou em aberto, outra eventual participação no Rally de Góis. “Este nosso regresso, após uma longa paragem, não será, pelo menos para já, definitivo. Iremos a Tábua para nos divertir e não para procurar um bom resultado. Após 10 anos, estamos sem ritmo competitivo, pelo que, sem grandes riscos, iremos procurar o melhor resultado possível”.

Ler mais»